Apresentação




Sala Dobradiça é constituída por um grupo de artistas e produtores culturais de Santa Maria, Rio Grande do Sul, que concebe/viabiliza exposições artísticas visuais de propositores tanto da região sul quanto de outras localidades do Brasil e exterior. Está para uma operação constante de dobras sobre o conceito de espaços e diferentes modos de espacialização instituinte.

Deste modo, seus projetos estão direcionadas a práticas que condicionam o lugar de exposição e a experiência da arte como bases poéticas. Já desenvolveu atividades em um lugar físico para instalações, soluções visuais in situ / site specific (Espaço-Suporte), criou um modelo de exposição portátil para obras reprodutíveis (Mútiplo SD) e também outro projeto de ocupação do espaço público para a arte urbana (Projeto Tapume). Além de realizar mostras de arte em situações distintas, o grupo também atua como propositor artístico (a exemplo de Itinerário SD 0.5), produzindo trabalhos que complementam a prática curatorial já contaminada. Atualmente (2013), são desenvolvidas as atividades Espaço Recombinante e o Seminário de Copesquisa em Arte, dando continuidade às atividades agregando elementos como o instituinte e a dimensão política da estética.

A Sala Dobradiça está mais circunscrita em uma intenção expositiva recombinante do que centralizada em um local geográfico ou modelo de projeto para a replicação. Recorre à auto-gestão, ao esforço coletivo e à abertura a tangências reestruturantes como meios possíveis para a produção de eventos culturais na região.
.
Para realizar tais ações, o grupo estabelece parcerias com artistas/propositores/espaços mediante convite ou seleção de propostas para criação conjunta.

Membros fundadores: Alessandra Giovanela e Elias Maroso.
Núcleo atual de gestão, curadoria e criação: Alessandra Giovanella, Desirée Tibola, Elias Maroso e Gabriel Araújo.